MIASMAS NA ALQUIMIA

Para a Alquimia, todo desequilíbrio corporal e/ou mental gera o excesso de atividade parasita. Os miasmas são agentes da natureza que se comportam como parasitas. Eles causam distúrbios no funcionamento do corpo, dos sentimentos, pensamentos e emoções, nos distanciando da nossa essência. Por isso, nenhum Alquimista inicia um tratamento sem antes realizar a assepsia geral do paciente, ou seja, a limpeza dos miasmas.

Os miasmas existem originalmente para auxiliar no processo evolutivo do corpo, e não para nos usar como hospedeiros. Os emunctórios naturais das três substâncias são os responsáveis por eliminar os dejetos e os excessos gerados por nossa atividade física, mental e emocional. No entanto, eles possuem uma capacidade limitada. Quando há o excesso dessas informações, os emunctórios naturais se sobrecarregam e os miasmas se proliferam, desequilibrando toda a nossa estrutura bioquímica.

Os emunctórios naturais nada mais são do que os sistemas do corpo físico relacionados às três substâncias. O sistema digestório corresponde ao Sulphur, o sistema linfático ao Mercurius e o sistema circulatório ao Sal. Quando um dos emunctórios sofre atividade parasita, ocorrem desequilíbrios relacionados ao sistema em questão.

Miasmas no sistema digestivo machucam e inflamam a região onde se encontram, levam a uma grande sensação de mal-estar físico e são a causa do intestino preso. No sistema circulatório, eles provocam uma sensação geral de reclusão, apatia e angústia. Podem surgir alergias, bronquite e inflamação nas vias respiratórias. E no sistema linfático, eles aprendem sobre os pensamentos. Interrompem o fluxo de descarga do lixo nas amídalas e adenoides e penetram ainda mais nos processos inflamatórios.

Com o tempo os miasmas ficam cada vez mais resistentes e o excesso de medicamentos e da má alimentação, junk food, os fortalecem ainda mais. O que faz com que conheçam todas as nossas defesas e penetrem ainda mais nos emunctórios naturais, desequilibrando todos os sistemas e o funcionamento dos quatro elementos.

Por isso o processo de assepsia na Alquimia é tão importante. Antes de mais nada, a Terapia Alquímica faz a limpeza dos miasmas com os florais compostos em spray, para assim se livrar de influências “externas”, resgatar a individualidade e promover a cura integral do paciente.

 

13 Responses to “MIASMAS NA ALQUIMIA”

    • Olá Briane! A Terapia Alquímica trata a causa de todos os desequilíbrios de forma profunda e individualizada. Ela utiliza os florais compostos e sutis, além de todo conhecimento da alquimia, adquirido na Escola de Alquimia.

      Não existe tempo determinado. O terapeuta conduz o tratamento de acordo com as necessidades e interesses do paciente.

      Você pode encontrar um de nossos Alquimistas/Terapeutas neste link: https://www.alquimiafloraljoelaleixo.com/busca-alquimista/

  1. Barbara Suarez Lopez Responder

    Professor Aleixo a visao da Alquimia e magia e fisiologia de o Corpo Mente e Espiritu muito bom poder apreciar os seus ensinamentos obrigada.

  2. Sonia Maria da Silva Guedes Responder

    Simples, direto e eficaz. Obrigada por compartilhar conosco conhecimento. É muito bom estar com vocês nesse processo. Paz e prosperidade a todos. Sonia

  3. Atendo com os florais Joel Aleixo há 18 anos!nesses anos todos presenciei muitas curas de doenças que pareciam a princípio incuráveis.. .porém em vários casos as curas surgiram após a eliminação de miasmas…tanto de sistema digestório,circulatório ou linfático.
    Vale a pena se curar através de florais que ao invés de prejudicar o corpo o libertam, conectando o ser a sua essência novamente!
    Katya Gaya.

  4. Maria das Graças Figueiredo Henriques Responder

    Como devo proceder…para fazer uma consulta com o Sr. Joel Aleixo…ele deve indicar qual o remédio certo para cada sintoma…vi tudo…e fiquei na dúvida de como adquirir os produtos sem antes ter um diagnóstico certo..se faz necessário uma orientação do terapeuta…para iniciar o tratamento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *