Os Quatro Elementos na Alquimia


Os quatro elementos da natureza, Fogo, Terra, Água e Ar, vistos através dos moldes da alquimia antiga, fazem parte da natureza de todo ser humano. Em menor ou maior intensidade, são capazes de influenciar o nosso estado momentâneo. Ou seja, não o nosso verdadeiro Eu, quem somos, mas sim influenciar em como estamos. Em outras palavras: não somos, estamos.

Enquanto os elementos Fogo e Terra transbordam na natureza do sexo masculino, Água e Ar são os mais estimulados pelo sexo feminino. Da mesma forma que a natureza precisa dos quatro elementos na medida certa para operar, nós funcionamos da mesma maneira. Por isso, o desequilíbrio de algum dos elementos pode causar uma série de disfunções físicas, mentais ou emocionais.

Os quatro elementos e suas influências

O elemento da vontade é representado pelo Fogo.

Energia e motivação pela vida são as principais características deste elemento. É ele quem nos dá o impulso para iniciar nossos projetos e ir em busca de nossos sonhos. O excesso do elemento Fogo pode ressaltar traços agressivos e violentos em nosso comportamento ou, sua falta, pode acentuar a apatia e depressão por falta de vontade de se fazer qualquer coisa.

O elemento Terra é o responsável pela materialização, por dar forma aos projetos, torná-los palpáveis e concretizá-los.

É o elemento da realização, ele sustenta nossas pretensões e nos dá a estabilidade para realizá-las. O desequilíbrio desse elemento faz com que a pessoa se torne mesquinha e sem discernimento ou, de maneira oposta, faz com que se livre exageradamente de tudo e passe a doar tudo o que tem de forma culposa.

Água é o elemento que nos transmite a sensação de equilíbrio e sociabilidade, responsável pela adaptação.

O desequilíbrio do elemento água faz com que a pessoa não consiga conviver bem com ninguém ao seu redor, se torna áspera e revoltada, cria um forte complexo de defesa e se torna muitas vezes dono da verdade e sem compaixão ou, dependente e dramática, não consegue ficar sozinha e se vê como a vítima de todas as situações.

O elemento Ar é o responsável pelo discernimento e a intelectualidade.

O excesso do elemento Ar faz com que a pessoa fale e pense exageradamente, de tudo sabe, mas não chega a nenhuma conclusão por estar mentalmente muito estimulada. Enquanto na escassez do elemento Ar, a pessoa pode perder o rumo do controle mental. Vive no mundo da lua, divagando em torno de sonhos e devaneios. Torna-se impaciente e, muitas vezes, quando contrariada, agressiva verbalmente.

2 Responses to “Os Quatro Elementos na Alquimia”